Perdoar e desculpar

Perdoar e desculpar são dois verbos semanticamente utilizados com o mesmo propósito, mas representam atitudes diferentes. Desculpas são justificações, às vezes esfarrapadas e pouco consistentes, que eliminam superficialmente as ações que exigem perdão. Desculpas são reparações, a pedido, à moda de um corretor que se passa por cima de uma qualquer ação, de tal maneira que quem passa a vida a pedir desculpas dificilmente muda de comportamento.

O processo da secularização

A secularização é um processo histórico, um devir contínuo de modificações, uma passagem de uma forma mitológica de interpretação dos fenómenos para outra totalmente diferente, em que, em vez da afirmação mítica, se passa à explicação racional. Se, antes, tudo tinha conotação religiosa, agora tudo ganha um contexto profano. Não é, singularmente, um facto social estático nem um movimento dinâmico ideológico. Mas é isso tudo em conjunto e ao mesmo tempo, e muito mais ainda.

Desconfiança mútua

Falando da civilização europeia e ocidental e da sociedade contemporânea, a característica nelas mais saliente engloba o fenómeno da secularização. Esta trouxe a descristianização progressiva da sociedade na qual se verifica a ausência ou diluição da prática religiosa e a perda crescente da inspiração cristã nos comportamentos e nos critérios morais de discernimento da realidade.

Nestas férias

- Em casa, no campo, na praia ou em viagem, procure refazer energias físicas e anímicas, esquecendo ocupações e preocupações rotineiras do dia a dia.
- Reencontre-se consigo mesmo em ambiente de tranquilidade exterior e interrogue-se seriamente sobre o sentido da vida, questionando-se nomeadamente sobre questões existenciais como estas: Quem sou? Donde venho? Para onde vou? Que lugar ocupa na minha vida Deus, a família, os outros, nomeadamente aqueles com que me cruzo todos os dias e que são o meu próximo?

Páginas